Itália pede extradição de mafioso da 'ndrangheta preso no Brasil

Rocco Morabito foi detido em João Pessoa, em 24 de maio

Rocco Morabito é mantido pela Polícia Federal em local secreto
Rocco Morabito é mantido pela Polícia Federal em local secreto (foto: EPA)
11:21, 10 JunROMA ZLR

(ANSA) - A Itália pediu formalmente a extradição do mafioso Rocco Morabito, expoente da 'ndrangheta que foi preso no Brasil no fim de maio.

A notícia foi confirmada nesta quinta-feira (10) pela ministra italiana da Justiça, Marta Cartabia, em audiência na Comissão Antimáfia do Parlamento do país europeu.

Morabito foi detido em 24 de maio, em um hotel de João Pessoa (PB), e era procurado desde 2019, após ter fugido de uma penitenciária em Montevidéu, capital do Uruguai.

Conhecido como "rei da cocaína", Morabito é o segundo foragido mais perigoso da Itália, atrás apenas de Matteo Messina Denaro, tido como líder da Cosa Nostra, a máfia siciliana. Devido a seu nível de periculosidade, a Polícia Federal não divulga o local onde o mafioso está preso.

Morabito já foi condenado a 30 anos de prisão na Itália, país de onde fugiu há mais de duas décadas. O pedido de extradição também vale para Vincenzo Pasquino, preso junto com o chefe mafioso na Paraíba. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA