Mãe de jovem desaparecida na Itália enganou filha com SMS

Saman está desaparecida desde 30/4 por negar casamento arranjado

Pais de Saman Abbas fugiram da Itália no início de maio (foto: ANSA)
09:55, 16 JunREGGIO EMILIA ZGT

(ANSA) - A mãe da jovem Saman Abbas, Nazia Shaheen, fez uma "armadilha" para que a filha voltasse para casa dias antes de desaparecer, revelam mensagens de SMS localizadas no celular da paquistanesa desaparecida.

Segundo a mensagem, obtida pelo jornal local "Gazzetta di Reggio", Shaheen pedia que a filha deixasse o centro comunitário de proteção, onde foi abrigada entre outubro e 22 de abril após denunciar os pais por a obrigarem a fazer um casamento arranjado. Desde o dia 31 do mesmo mês, não há mais notícias da jovem.

"Por favor, me escuta, volta para casa. Nós estamos morrendo. Volta. Vamos fazer como você pediu", escreveu Shaheen poucos dias antes de Abbas deixar o local. 

A mãe da jovem, assim como o pai, Shabbar Shaheen, o tio Danish Hasnain e os primos Nomanulhaq e Ikram Ijaz são acusados pelo homicídio da adolescente. Conforme imagens recuperadas de sistemas de segurança e o depoimento de um dos primos de Abbas, menor de idade, o tio teria matado a menina e os demais ajudaram a esconder o corpo.

Apenas Ijaz foi preso, após ter sido localizado na França; acredita-se que os demais voltaram para o Paquistão no início de maio. (ANSA).
   

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA