Risco de corrupção aumentou na Itália com pandemia, diz UE

Relatório alerta para "demora excessiva" em processos penais

Apesar de ressaltar que esforços têm sido feitos, relatório critica 'demora excessiva' nos processos penais
Apesar de ressaltar que esforços têm sido feitos, relatório critica 'demora excessiva' nos processos penais (foto: ANSA)
17:30, 20 JulBRUXELAS ZGT

(ANSA) - Um relatório da Comissão Europeia divulgado nesta terça-feira (20) apontou que o risco de corrupção aumentou na Itália com a pandemia de Covid-19. O documento mostra alguns fatores que contribuem para essa situação, como "os obstáculos criados pela demora excessiva dos processos penais".

As consequências econômicas ligadas ao vírus acrescentaram ainda a possibilidade "de crimes ligados à corrupção, voltados a penetrar mais profundamente na economia da Itália", diz ainda o texto.

A Comissão Europeia reconhece que foram introduzidas medidas para combater esse tipo de crime e que a colaboração entre as instituições funciona bem, mas alerta que os processos lentos "são um sério desafio que o país precisa afrontar".

O documento surge em um momento em que o governo italiano tenta aprovar uma reforma do sistema penal que, entre outros pontos, limita o tempo do processo em todas as instâncias judiciais e prevê a perda de prescrição de crimes considerados graves.

Porém, há muita resistência da base aliada no Parlamento de dar sequência ao debate e a situação segue indefinida. A medida foi apresentada pela ministra da Justiça, Marta Cartabia, e tem no premiê Mario Draghi um dos principais defensores. (ANSA).
   

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA