Incêndios florestais destroem oliveira milenar na Itália

Chamas atingiram a região da Sardenha, sul do país

Oliveira de Tanca Manna antes de incêndio
Oliveira de Tanca Manna antes de incêndio (foto: Wikimedia Commons/Fontanaelia)
13:05, 26 JulSÃO PAULO ZLR

(ANSA) - Além de causar a evacuação de mil pessoas e destruir milhares de hectares de bosques, os incêndios florestais que atingiram a região italiana da Sardenha no último fim de semana queimaram uma oliveira milenar que era considerada monumento pelo governo.

Com 10 metros de circunferência e 16 de altura, a Oliveira de Tanca Manna ficava no município de Cuglieri, que foi severamente atingido pelas chamas, e tinha mais de mil anos de existência.

Por causa de sua idade e seu tamanho, havia sido incluída pelo Ministério da Agricultura em uma lista de "árvores monumentais" da Itália.

"O tronco do nosso patriarca ainda queimava nesta manhã e, aproximando-se, era possível sentir o fogo crepitar e ver a fumaça se levantando e sendo dispersada pelo vento. O ar cheirava a morte, e até as cores eram de morte: a morte de um justo que ofereceu sombra e até sabedoria aos tantos que descansavam sob sua folhagem", disse uma moradora de Cuglieri, Maria Giovanna Campus, no Facebook.

A cultura de oliveiras para produção de azeite é um símbolo da Itália e está presente em boa parte do país, mas especialmente no sul e nas ilhas, como a Sicília e a própria Sardenha. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA

archivado en