'Milagre' de San Gennaro se repete em Nápoles

Relíquia é mostrada três vezes por ano

'Milagre' de San Gennaro se repete em Nápoles (foto: ANSA)
10:04, 19 SetNAPOLES ZCC

(ANSA) - O "milagre" de San Gennaro, ou, em português, São Januário, se repetiu neste domingo (19), em Nápoles, e tranquilizou os corações dos fiéis.

Exibido na Catedral de Nápoles, o sangue do santo se liquefez novamente, segundo o arcebispo dom Domenico Battaglia. "O sangue derreteu", disse o religioso.

O anúncio foi recebido com aplausos dos fiéis. Em virtude das regras anti-Covid, 450 pessoas acompanharam a cerimônia, enquanto 200 estavam no cemitério.

No final da celebração, a ampola com o sangue de San Gennaro foi colocada no relicário localizado no interior da capela dedicada à padroeira do município.

A relíquia é mostrada três vezes por ano: no sábado que antecede o primeiro domingo de maio, em 19 de setembro e 16 de dezembro.

A repetição do "milagre" é considerada um bom presságio para Nápoles e a região da Campânia. No entanto, quando o sangue não se liquefaz, os fiéis costumam interpretar como um presságio de catástrofes - uma dessas ocasiões ocorreu pouco antes da entrada da Itália na Segunda Guerra Mundial. A última vez em que o sangue não se liquefez foi em dezembro de 2020. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA