Salvini briga com rapper italiano Ghali em jogo do Milan

Ghali teria ofendido Salvini na arquibancada do estádio (foto: ANSA)
19:26, 08 NovSAN PAULO ZCC

(ANSA) - O senador de extrema direita Matteo Salvini, ex-ministro do Interior da Itália e líder do partido ultranacionalista Liga, se envolveu em um confronto verbal com o rapper italiano Ghali, na noite deste domingo (8), durante a partida entre o Milan e a Inter de Milão, disputada no estádio San Siro.

Segundo um vídeo publicado nas redes sociais, os dois estavam sentados a poucos metros de distância e, após o gol do Milan, Ghali se levantou e gritou algumas palavras para Salvini, que rebateu.

Apesar de as imagens não confirmarem a informação, a imprensa italiana relata que Ghali pode ter insultado Salvini ao acusá-lo de não ser capaz de torcer por um gol de um jogador negro.

Em comunicado, a Liga explicou que Salvini "foi atacado verbalmente por Ghali", enquanto o líder do partido "estava na arquibancada com o filho".

"Logo após o empate, o rapper se aproximou dele em evidente estado de agitação. Ghali gritou uma série de insultos e acusações delirantes sobre a imigração - tentando se filmar com seu celular - e foi imediatamente dispensado, para espanto dos demais espectadores", acrescenta o texto.

De acordo com a legenda de extrema direita, os torcedores rossoneri pediram "desculpas a Salvini, que na ocasião não reconheceu Ghali nem entendeu os motivos de sua alteração".

Ghali tem ideias políticas opostas às de Salvini e já o atacou em algumas canções, como em "Cara Italia" e no remix de Vossi Bop, Stormzy, o que fez o ex-ministro rebater no Twitter: "Ele me insulta, mas eu não me importo com ele", escreveu na ocasião.

O rapper italiano, por sua vez, não se pronunciou sobre o caso até o momento. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA