Terremoto atinge Lombardia e assusta moradores de Milão

Até o momento não há relatos de feridos ou danos à estruturas

Terremoto: magnitudo 4.3-4.8, epicentro vicino a Bergamo
Terremoto: magnitudo 4.3-4.8, epicentro vicino a Bergamo (foto: ANSA)
09:41, 18 DezMILÃO ZCC

(ANSA) - Um terremoto de magnitude 4,4 na escala Richter atingiu a região da Lombardia, no norte da Itália, neste sábado (18), e assustou os moradores embora não tenha provocado grandes danos, informou o Instituto Nacional de Vulcanologia e Geofísica (INGV).

O tremor foi sentido às 11h34 (horário local) na província de Bergamo. Até o momento, não há relatos de mortos, feridos ou danos à infraestrutura.

Segundo o instituto italiano, o epicentro foi registrado no pequeno município de Bonate Sotto, uma cidade de 6 mil habitantes em Bergamo, a uma profundidade de 26 quilômetros.

O fenômeno foi sentido em toda a região da Lombardia. Em Milão, onde um segundo tremor foi registrado - menos forte do que o primeiro -, muitas pessoas foram às ruas assustadas.

Desta vez, o epicentro foi localizado em Osio Sotto, às 11h57 (horário local), a uma profundidade de 24,9 quilômetros, de acordo com dados do INGV. O abalo secundário foi de magnitude 2,2.

O rapper italiano Fedez e sua esposa Chiara Ferragni, uma das mais famosas influenciadoras do mundo, também se assustaram e saíram às ruas.

Em um vídeo no Instagram é possível ver o cantor já retornando para seu prédio na área Citylife de Milão, enquanto explica que muitos cidadãos deixaram suas casas devido ao tremor.

O terremoto sentido em Milão também não causou nenhum dano, pelo menos segundo com o que foi relatado pelos bombeiros e pela polícia local. No entanto, a província espera atualizar a situação, uma vez que o sismo foi sentido com mais força na zona de Vimercate, em Brianza.

Diversos italianos relataram que durante o abalo lustres se moveram, espelhos tremeram e aquecedores de água sacudiram. Em frente a um supermercado em Vimercate também foi registrado um acidente causado pelo pânico. Alguns cidadãos até foram às ruas por medo de desabamentos.

Em Treviglio, a poucos quilômetros do epicentro do terremoto, os alunos de ao menos dois colégios foram evacuados.

O terremoto também foi claramente sentido em Lecco, onde foram realizadas dezenas de chamadas para as centrais do Corpo de bombeiros, mas nenhum dano foi registrado.

Os alunos das escolas de Lecco foram retirados dos institutos por precaução exigida pelo protocolo de segurança. A preocupação maior foi para as famílias que residiam nos andares superiores dos condomínios. Além disso, o auditório municipal foi evacuado em Merate (Lecco) e em Olgiate Molgora (Lecco) danos a uma antiga casa de fazenda foi informado.

Grécia -

Mais cedo, um terremoto de magnitude 5,4 atingiu algumas partes do sul da Grécia. O centro do tremor foi no mar, entre a península do Peloponeso e a ilha de Creta. Não há informações de danos ou de pessoas feridas. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA