Presidente do Parlamento Europeu está internado na Itália

Agenda de Sassoli foi cancelada enquanto político se trata

Sassoli foi internado novamente para tratar de sequelas de um pneumonia
Sassoli foi internado novamente para tratar de sequelas de um pneumonia (foto: EPA)
14:34, 10 JanBRUXELAS ZGT

(ANSA) - O presidente do Parlamento Europeu, David Sassoli, está internado na Itália desde o dia 26 de dezembro para tratar de sequelas de uma grave pneumonia, informou o porta-voz do órgão, Roberto Cuillo, nesta segunda-feira (10). Por conta disso, a agenda do político foi cancelada.

"Tal hospitalização foi necessária por conta de uma grave complicação devida a uma disfunção do sistema imunológico. Por isso, todas as atividades oficiais do presidente do Europarlamento foram canceladas", informou ainda.

Essa é a segunda internação de Sassoli por conta da pneumonia.

Em 15 de setembro do ano passado, ele foi hospitalizado em Estrasburgo e ficou cerca de uma semana no hospital. Ao receber alta, o político presidiu as reuniões de maneira remota e só voltou presencialmente ao plenário no fim de novembro.

No seu primeiro discurso, o político afirmou que estava ausente "por motivo de doença ao ter sofrido com uma pneumonia muito pesada".

A próxima assembleia do Parlamento está marcada para a próxima semana e, se Sassoli sair do hospital até lá, liderará a última reunião no cargo, já que em breve haverá novas eleições no local.

A internação de Sassoli fez com que líderes de todos os espectros políticos publicassem manifestações de apoio. Entre eles, o ministro das Relações Exteriores da Itália, Luigi Di Maio, que escreveu no Twitter que estava torcendo pela recuperação do político. (ANSA).
   

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA