Nova onda de calor deve atingir Itália nesta semana

Termômetros devem subir no país entre quinta e sexta-feira

Entre as cidades que podem ser atingidas estão Roma e Milão
Entre as cidades que podem ser atingidas estão Roma e Milão (foto: ANSA)
17:28, 03 AgoROMA ZRS

(ANSA) - Uma nova intensa onda de calor está prevista para atingir grande parte da Itália entre quinta (4) e sexta-feira (5), informou o portal ilMeteo.

De acordo com Lorenzo Tedici, meteorologista do site italiano, as temperaturas na região norte do país e nas áreas próximas ao mar Tirreno podem chegar até 40°C na sombra.

A previsão é que faça até 38 ou 39°C nas cidades de Florença, Roma, Bolonha e Milão. Enquanto isso, algumas partes do interior da região da Sardenha poderão atingir até 40°C, informou o meteorologista.

"É uma temperatura que já não surpreende, mas vale lembrar que os valores climatológicos médios no início de agosto são bem mais baixos", explicou o especialista.

Tedici ainda lembrou que entre os anos de 1971 e 2000, os municípios de Milão, Bolonha, Florença e Roma registraram normalmente máximas de 29°C, 31°C, 33°C e 32°C , respectivamente, nesta época do ano.

Um boletim divulgado pelo Ministério da Saúde mostrou que pelo menos três cidades italianas foram colocadas sob alerta vermelho, que são Bolzano, Palermo e Brescia. No entanto, outras localidades poderão ser adicionadas nos próximos dias.

"A massa de ar muito quente associada ao reforçado anticiclone vai trazer as temperaturas máximas de volta para valores amplamente em torno dos 35 graus e com picos próximos de 38 em áreas do interior", explicou a Meteo Expert.

As ondas de calor se caracterizam por temperaturas elevadas por vários dias consecutivos, frequentemente associadas a forte irradiação solar e falta de ventilação. Essas condições climáticas podem representar riscos para a saúde da população, especialmente idosos, doentes crônicos, crianças e grávidas. (ANSA).
   

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA