Itália tem 38.219 casos e 175 mortes por Covid-19

Apesar de número alto de óbitos, média segue em queda

Casos e mortes seguem em queda na Itália
Casos e mortes seguem em queda na Itália (foto: ANSA)
12:16, 05 AgoROMA ZGT

(ANSA) - A Itália registrou 38.219 novos casos de Covid-19, elevando para 21.251.774 os contágios durante a pandemia, informou o boletim diário do Ministério da Saúde nesta sexta-feira (5). Foram ainda 175 mortes, totalizando 172.904 vítimas da crise sanitária.

Apesar do alto dado de óbitos nesta sexta, a média móvel continua a cair pelo quarto dia consecutivo, chegando a 146 - menor dado desde 26 de julho. A de contaminações mantém a curva de retração e caiu para 42.432 - número mais baixo desde 23 de junho.

 

 

 

Também seguem em queda todos os índices de casos ativos, que voltam a se aproximar de um milhão - mais precisamente, 1.147.179. Desse total, 1.137.431 (99,1%) são de pessoas em isolamento domiciliar (infecções leves ou assintomáticas); 9.397 sob observação médica e 351 em unidades de terapia intensiva (UTIS), menores dados de hospitalizações desde 10 de julho.

 

 

Foram realizados ainda 223.852 testes para detectar o Sars-CoV-2, com uma queda de 0,7 ponto percentual na taxa de positividade, que baixou para 17%.

O ministro da Saúde da Itália, Roberto Speranza, comentou a retração agora constante nos principais índices, mas voltou a pedir precaução.

"Os dados estão em melhoramento não devem fazer a gente pensar que a crise acabou. Precisamos continuar com o nível de alerta alto, proteger os mais frágeis e continuar com a campanha de vacinação", disse Speranza.

Atualmente, o governo reforçou a campanha para que aqueles que tenham mais de 60 anos, trabalhem nas áreas de saúde ou tenham doenças graves tomarem a quarta dose das vacinas disponíveis no país. Até o momento, 25,5% desse público-alvo recebeu o reforço. (ANSA).
   

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA