Professores italianos são os mais velhos da Ocde

A média de idade dos profissionais do país é de 48,9 anos

20:48, 26 JunROMA ZCC

(ANSA) - A Itália é o país da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (Ocde) que possui professores mais velhos, com idade média de 48,9 anos e 50% de seu efetivo acima dos 50 anos.
    As informações foram, divulgadas por um estudo francês sobre as condições de trabalho nas escolas. Na Itália, 39,2% dos professores do ensino fundamental e médio têm entre 50 e 59 anos e 11% está acima da faixa dos 60 anos. Os professores que têm idades abaixo de 30 anos correspondem apenas a 1% do total e os abaixo de 40 anos representam 16,7%.
    Os professores italianos também estão satisfeitos com o trabalho e gostam de motivar os alunos mesmo nos contextos mais difíceis. Mas cerca de 88% dos entrevistados pensam que o ensinamento não é valorizado pela sociedade. Em comparação, na Finlândia, nos Países Baixos, em Singapura e em Alberta (Canadá), um percentual entre 40% e 68% acham que o ensino é devidamente valorizado em seus países. Essa percepção negativa parece diminuir quando aumenta a participação dos professores nos processos de decisão nas escolas. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA