Uso de dialetos diminui nas famílias italianas

Estudo mostra que apenas 9% das famílias usam idiomas regionais

Famílias italianas estão deixando de falar dialetos
Famílias italianas estão deixando de falar dialetos (foto: Ansa)
20:40, 27 OutROMA EBA

(ANSA) - O uso exclusivo do dialeto entre membros da família italiana diminuiu nos últimos 17 anos, revela o relatório sobre o uso da língua italiana, dos dialetos e dos outros idiomas na Itália apresentado nesta segunda-feira (27) pelo Instituto de Estatística da Itália (Istat, na sigla em italiano). Em 1995, 23,7% dos italianos falavam o dialeto de sua região entre os membros de sua família enquanto em 2012 esta porcentagem caiu para 9%, mostra o estudo.
    As mulheres são as que mais conversam em italiano, o idioma oficial, em casa, com amigos ou com estranhos, revela o Istat.
    Já as regiões que menos falam dialeto em casa são o centro e o nordeste, aponta o relatório.
    Por outro lado, na Itália o nível de conhecimento de outros idiomas é elementar. Um terço das pessoas que conhecem outras línguas declarou que compreende e usa poucas palavras e frases.
    Apenas 15% declararam que compreendem uma ampla gama de textos, inclusive com alto grau de dificuldade, e utilizam a língua conhecida de forma flexível e com domínio pleno.(ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA