Fiéis ajudam refugiados a alugar casas em Gênova

O projeto já conta com três casas prontas para serem habitadas

Fies em Gênova querem bancar aluguel de casas para refugiados
Fies em Gênova querem bancar aluguel de casas para refugiados (foto: Ansa)
10:25, 14 JulGÊNOVA ZAR

(ANSA) - Fiéis da Paróquia de Santa Maria delle Vigne, no centro histórico de Gênova, na Itália, decidiram ajudar refugiados que chegam à cidade pagando todos os meses uma taxa para poder reestruturar e alugar apartamentos para os migrantes.

 

O projeto entrou em funcionamento neste ano e já conta com três casas para serem alugadas. Uma ficará com quatro refugiados, outra deve abrigar um casal de nigerianos e a terceira já está sendo ocupada por uma família de italianos que viviam em condições insalubres e precárias.

 

"Nós começamos a guardar dinheiro em maio", disse a professora Laura Scursatone, quem teve a ideia da iniciativa. O valor mensal para cada pessoa que ajuda a causa é de 10 euros, mas algumas pessoas já doam quantias maiores.

 

"Iniciamos com 30, mas agora já estamos entre 40 e 50 membros e esperamos que o grupo possa aumentar depois das férias de verão [europeu]", completou Scursatone. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA