Netflix entra para Associação de Cinema da Itália

Plataforma quer melhorar relacionamento com a indústria italiana

Plataforma quer melhorar relacionamento com a indústria italiana
Plataforma quer melhorar relacionamento com a indústria italiana (foto: ANSA)
18:03, 29 AbrROMA ZCC

(ANSA) - A plataforma de streaming Netflix anunciou nesta quarta-feira (29) sua entrada para a Associação Nacional das Indústrias Cinematográficas Audiovisuais Multimídias (ANICA), com o objetivo de intensificar seu relacionamento com a indústria do cinema italiano.

O anúncio foi feito em uma nota conjunta na qual explica que a Netflix "enviou seu pedido de associação para a ANICA" e que a adesão "é o passo natural dentro do diálogo constante que ocorreu nos últimos meses, a partir da reunião em Roma no ano passado, entre o fundador da plataforma de streaming, Reed Hastings, e o presidente da associação, Francesco Rutelli".

Desta forma, "os representantes da Netflix participarão, a partir de hoje, das atividades da Anica, do Conselho de Cinema, Audiovisual e Digital e de seus comitês, envolvidos nesta fase de grande transformação do ecossistema cine-audiovisual".

"Será dedicado um esforço particular ao compartilhamento de propostas para melhorar ainda mais a regulamentação na Itália, no interesse da criatividade, produção e emprego. Esses objetivos devem unir a cadeia em todos os seus componentes, dos autores ao exercício", acrescentou o texto.

Segundo o comunicado, a Netflix intensificará o diálogo já realizado com as indústrias cinematográfica e audiovisual, estendendo-o aos componentes tradicionais da Anica (produção, distribuição, indústrias técnicas) e aos novos componentes (plataformas, canais digitais, temáticos) dos filmes, séries, animação e documentários para o crescimento geral da cadeia de produções na Itália".

"A Itália é o primeiro país europeu no qual a Netflix se torna oficialmente parte de todo o setor audiovisual. Um passo importante e significativo agora que está prestes a abrir sua nova sede na Itália, em Roma, com a perspectiva de criar grandes produções italianas para trazer ao mercado mundial", concluiu Rutelli. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA