Di Maio visita IILA: 'Ponte entre Itália e Am. Latina'

Ministro foi ao instituto ítalo-latino-americano

Luigi Di Maio em visita à IILA
Luigi Di Maio em visita à IILA (foto: ANSA)
12:27, 15 JulROMA ZLR

(ANSA) - Gratidão e apreço foram expressados pelo secretário-geral da IILA e pelos embaixadores de 20 países-membros da Organização Ítalo-Latino-Americana ao ministro das Relações Exteriores e da Cooperação Internacional, Luigi Di Maio, que encontrou hoje (15) o conselho de delegados na sede do instituto.

Seis meses depois da visita do presidente do Conselho dos Ministros, Giuseppe Conte, à IILA, a participação do ministro Di Maio confirma o forte interesse do governo italiano no subcontinente latino-americano e na instituição, tida como instrumento eficaz na construção de uma agenda positiva capaz de unir Itália, Europa e América Latina, sobretudo em uma fase complexa e delicada como a atual.

Remetendo à recente declaração para a retomada do diálogo euro-latino-americano, aprovada nos últimos dias por vários ministros europeus e latino-americanos, e à necessidade de consolidar o multilateralismo, o ministro Di Maio reconheceu na IILA um instrumento válido de apoio à política externa italiana na região latino-americana, capaz de se adequar rapidamente aos novos desafios e reforçando seu papel tradicional de ponte entre a Itália e a margem sul do Atlântico.

A Itália se propõe, além disso, para desenvolver um papel cada vez mais determinante para promover as relações entre União Europeia e América Latina. O ministro expressou particular interesse pelas iniciativas ligadas ao tema da sustentabilidade ambiental, no qual a IILA trabalha, como o projeto de criação de cidades verdes na América Latina, um compromisso assumido por ocasião da 9ª Conferência Itália-América Latina e Caribe, organizada pelo Ministério das Relações Exteriores com colaboração da IILA em outubro passado e dedicada ao desenvolvimento sustentável.

A secretária-geral Antonella Cavallari passou duas mensagens centrais. Acima de tudo, existe uma plena disponibilidade da IILA para acolher o apelo lançado pelos ministros das Relações Exteriores europeus e latino-americanos às organizações birregionais, porque a instituição é capaz de realizar algumas daquelas ações tornadas urgentes e necessárias pelo novo cenário global redefinido pela emergência Covid-19, orientadas ao cumprimento dos objetivos de desenvolvimento sustentável da Agenda 2030 da ONU.

Além disso, Cavallari recordou que a ILLA, fortalecida por uma consolidada experiência e pelo crescente apreço tanto na Europa como na América Latina, pode e quer contribuir de forma eficaz para posicionar a Itália em Bruxelas como interlocutor privilegiado no diálogo birregional. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA

archivado en