Festival de Sanremo dará 'serenidade' aos espectadores, diz diretor

Apresentador do festival concedeu uma coletiva sobre o evento

Amadeus é o diretor e apresentador do Festival de Sanremo
Amadeus é o diretor e apresentador do Festival de Sanremo (foto: ANSA)
10:51, 09 FevROMA ZRS

(ANSA) - O diretor artístico e apresentador do Festival de Sanremo, Amadeus, participou nesta terça-feira (9) de uma coletiva de imprensa sobre a edição de 2021 do evento, que acontecerá entre os dias 2 e 6 de março.

Amadeus afirmou que está ciente da "difícil situação", mas pretende levar aos espectadores pelo menos cinco noites de "serenidade".

"Fiorello e eu estamos cientes difícil situação, mas temos que encontrar um ponto de equilíbrio entre as 75 páginas do protocolo e o programa. Mas os espectadores terão o prazer de se distrair e ter um momento de despreocupação. Nós temos o dever de proporcionar cinco noites de serenidade", comentou o apresentador do festival.

Na coletiva, Amadeus ainda revelou que tem esperanças que Sanremo seja a festa de um "pequeno renascimento" do país, que vem sendo duramente afetado pela pandemia do novo coronavírus.

"Tenho esperança que seja uma festa de um pequeno renascimento, porque a partir daí teremos que recomeçar. Estamos trabalhando no mundo todo para erradicar o vírus e tenho certeza que de março em diante poderemos ter um vislumbre. É uma festa difícil, mas temos o dever de sorrir e ter momentos de despreocupação. A música não para", disse o apresentador.

Sobre a realização do evento, Amadeus afirmou que não pensou nenhuma vez em desistir do festival.

"Eu sou uma pessoa que não desiste nunca, especialmente quando estou trabalhando naquilo, principalmente pelo respeito que tenho pelas pessoas que estão comigo, pela Rai e cada um que tem um papel no festival. Eu nunca disse que 'iria embora', apenas falei que devemos estar unidos e querer", afirmou Amadeus.

Amadeus ainda confirmou que as cantoras Ornella Vanoni e Alessandra Amoroso, além da banda Negramaro, serão alguns dos convidados de honra da edição de 2021. O italiano também acrescentou que está negociando as presenças de Loredana Bertè, Adriano Celentano e Roberto Benigni.

O comediante Fiorello, um dos apresentadores do Festival de Sanremo, também participou da coletiva e destacou a realização do evento.

"Teria sido muito fácil não fazer esta edição, mas vamos fazer e será uma coisa nova que iremos viver. Uma vez fiz um show sem público, porque ninguém apareceu mesmo. Obrigado, Amadeus, mal posso esperar para entender o que vai acontecer quando dissermos 'boa noite' no palco e não haverá ninguém", disse Fiorello.

Sanremo está agendado para os dias 2 a 6 de março de 2021, um mês mais tarde do que as datas tradicionais, e terá 26 participantes, dois a mais que na edição passada, incluindo cantores de sucesso no streaming. (ANSA).
   

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA