Conheça as melhores universidades da Itália em 2021

Bolonha lidera entre os megainstitutos públicos

Sede da Universidade de Bolonha, a melhor da Itália entre aquelas com mais de 40 mil alunos
Sede da Universidade de Bolonha, a melhor da Itália entre aquelas com mais de 40 mil alunos (foto: Divulgação)
14:19, 21 JulROMA ZLR

(ANSA) - A Universidade de Bolonha foi eleita novamente como a melhor da Itália entre as instituições públicas com mais de 40 mil alunos, enquanto a Universidade Comercial Luigi Bocconi, em Milão, venceu entre as privadas com mais de 10 mil inscritos.

É o que aponta a edição de 2021 do ranking anual divulgado na última segunda-feira (19) pelo instituto de pesquisa Censis. A tradicional Universidade de Bolonha ficou em primeiro lugar em sua categoria (megauniversidades), com 91,8 pontos (0,3 a mais que em 2020), logo à frente das universidades de Pádua (88,7) e Roma La Sapienza (85,5), que desbancou a de Florença (85,0) da terceira posição.

Considerando apenas as instituições públicas, o ranking também põe na liderança de seus segmentos as universidades de Perúgia (grandes), com 93,3 pontos; Trento (médias), com 97,3; Camerino (pequenas), com 98,2; e Milão (politécnicas), com 93,3.

Já entre as privadas, a Bocconi teve 96,2 pontos entre as instituições grandes, enquanto a Livre Universidade Internacional dos Estudos Sociais Guido Carli (Luiss), de Roma, venceu como a melhor de médio porte, com 94,2; já a Universidade de Bolzano, com 101 pontos, lidera o ranking entre as pequenas.

O levantamento é a principal referência em qualidade universitária na Itália e também aponta que houve um crescimento de 4,4% nas matrículas no último ano letivo, apesar da pandemia de Covid-19. A taxa de universitários na população de 19 anos no país chegou a 56,8%, sendo 65,7% entre as mulheres e 48,5% entre os homens. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA