Mostra em SP celebra legado do pintor italiano Giorgio Morandi

Obras do artista ficarão expostas no CCBB a partir desta quarta

Obras do artista ficarão expostas no CCBB a partir desta quarta
Obras do artista ficarão expostas no CCBB a partir desta quarta (foto: Foto / Divulgação )
17:15, 22 SetSÃO PAULO ZCC

(ANSA) - Considerado um dos maiores artistas italianos do século 20, o pintor Giorgio Morandi (1890-1964) será tema da exposição "Ideias. O Legado de Morandi", que ocupa as galerias do Centro Cultural Banco do Brasil de São Paulo, a partir desta quarta-feira (22).

A mostra poderá ser conferida até o próximo dia 22 de novembro, de quarta a segunda-feira, das 9h às 18h (horário de Brasília). A entrada é gratuita, mas a visita precisa ser agendada antecipadamente online.

Com curadoria de Alberto Salvadori e Gianfranco Maraniello, a exposição reúne mais de 30 obras do artista, vindas do Museu Morandi de Roma, na Itália, além de outras 23 de artistas cujas peças têm traços que remetem a Morandi, como o alemão Josef Albers (1888-1976), o australiano Lawrence Carroll (1954-2019), o italiano Luigi Ghirri (1943-1992), o norte-americano Wayne Thiebaud (1920), o italiano Franco Vimercati (1940-2001) e a britânica Rachel Whiteread (1963).

As pinturas retratam temas como as paisagens do povoado de Grizzana ou as célebres naturezas-mortas de garrafas e potes, pintadas com mínimas variações. É possível perceber ainda sutilezas que tornam o artista italiano único, como mudanças na luz da tarde, a poeira que se deposita nos objetos e a passagem do tempo visível na própria matéria das garrafas.

"Morandi é um dos pintores mais conhecidos do século 20, principalmente pela profundidade e intensidade que alcançou ao pintar repetidamente uma gama muito restrita de assuntos. Muitas vezes dedicado a pinturas de naturezas-mortas - em especial de um mesmo conjunto de garrafas vítreas -, fez do que parecia sutil e prosaico o mote para uma monumental investigação da pintura, do tempo e das relações produzidas pelo olhar", diz o texto no site oficial.

Realizada pelo CCBB e por Base7, a mostra recebeu o apoio institucional e é promovida pelo Consulado Geral da Itália em São Paulo, principalmente por seu valor simbólico. Morandi, que recebeu o Grande Prêmio de Pintura na 4ª Bienal de São Paulo, também tem suas obras na mostra principal da 34ª Bienal de São Paulo: "Faz escuro, Mas eu Canto", até 5 de dezembro. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA