Justiça chinesa começa a julgar magnata Liu Han

Ele é acusado de liderar uma organização criminosa no país

20:23, 01 AbrXANGAI ZLR

(ANSA) - Foi iniciado na última segunda-feira (31), na província chinesa de Hubei, o processo contra o magnata Liu Han e outras 35 pessoas acusadas de fazer parte de uma organização criminosa, segundo o jornal China Daily. Os líderes do bando seriam o próprio empresário, que era presidente do grupo Hanlong, a maior empresa privada da região de Sichuan, e seu irmão Liu Wei.
    O bilionário era proprietário de dezenas de companhias nos setores de energia, finanças, imobiliário e de mineração. Os 36 réus respondem por mais de 20 crimes, entre os quais homicídio, lesão corporal, participação em organização mafiosa, extorsão, e porte ilegal de armas e munições. De acordo com a acusação, o bando conduziu atividades criminosas desde 1993, obtendo grandes lucros econômicos e criando distúrbios à ordem pública e à segurança social. Na audiência de segunda participaram mais de 500 pessoas. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA