Premier afirma que Putin quer tomar toda a Ucrânia

Arseni Iatseniuk acusou o Kremlin de desestabilizar o país

Arseni Iatseniuk voltou a criticar o presidente da Rússia, Vladimir Putin
Arseni Iatseniuk voltou a criticar o presidente da Rússia, Vladimir Putin (foto: EPA)
13:46, 13 SetMOSCOU ZLR

(ANSA) - O primeiro-ministro Arseni Iatseniuk acusou o presidente da Rússia, Vladimir Putin, de querer tomar a Ucrânia inteira. Segundo o chefe de governo, apesar da trégua com os rebeldes separatistas vigente desde 5 de setembro, o Kremlin continua interessado em desestabilizar a situação no leste do país.
    "A Ucrânia permanece em estado de guerra. Putin não quer apenas as regiões de Donetsk e Lugansk [palcos dos conflitos com os separatistas], mas sim toda a Ucrânia e eliminá-la como estado independente", declarou Iatseniuk.
    Além disso, o premier reiterou a necessidade de uma mediação dos Estados Unidos e da União Europeia porque Kiev não tem força suficiente para conduzir tratativas bilaterais. Enquanto isso, as Forças Armadas ucranianas acusaram os rebeldes de terem violado o cessar-fogo ao atacarem na noite de sexta-feira (12) o aeroporto de Donetsk.
    A ação teria sido repelida por soldados leais ao governo, mas até o momento nenhuma fonte independente confirmou a realização do combate. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA

archivado en