Chanceler da UE defende criação de Estado palestino

Federica Mogherini foi a Gaza em sua primeira viagem oficial

Federica Mogherini assumiu a diplomacia da UE no início de novembro
Federica Mogherini assumiu a diplomacia da UE no início de novembro (foto: EPA)
13:09, 08 NovGAZA ZLR

(ANSA) - A alta representante da União Europeia para Política Externa e Segurança, Federica Mogherini, defendeu neste sábado (8) durante visita à Passagem de Erez, na fronteira entre Israel e a Faixa de Gaza, a criação de um Estado palestino.
    "Essa é a posição de toda a UE. O mundo não vai tolerar mais uma guerra", declarou a italiana, que assumiu a diplomacia do bloco no dia 1º de novembro. Essa é a primeira viagem oficial de Mogherini no cargo, indicando que ela deve focar sua atuação nas tensões do Oriente Médio.
    A chanceler também comentou a notícia de que o Hamas pretende preparar um Exército para "libertar Jerusalém" e disse que é fundamental que todas as partes envolvidas no conflito árabe-israelense mantenham a calma. "O cessar-fogo alcançado em agosto não é uma paz, portanto é frágil. Da parte de todos deve haver responsabilidade, sem atos que possam danificar de modo irreversível o processo de paz", acrescentou.
    Para Mogherini, a União Europeia pode desempenhar um papel importante nas negociações para que a moderada Autoridade Nacional Palestina (ANP), chefiada por Mahmoud Abbas, volte a governar Gaza, hoje sob poder do Hamas. O último conflito na região, iniciado após a morte de três judeus na Cisjordânia e interrompido por um cessar-fogo, tirou a vida de mais de 2,1 mil pessoas na Faixa. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA