Abbas acusa Hamas de ser responsável por violênca no OM

Mais um jovem morreu em incidentes na região

Abbas condenou ataques orquestrados pelo Hamas
Abbas condenou ataques orquestrados pelo Hamas (foto: EPA)
11:52, 11 NovRAMALLAH ZGT

(ANSA) - O jovem palestino Mahammed Imad Jawabra, 21 anos, morreu nesta terça-feira (11) em decorrência das lesões causadas por tiros disparados pelo Exército israelense ontem (10). A confusão ocorreu no campo de refugiados de Aroub, no norte de Hebron, segundo a agência de notícias Maan.

 

A nova escalada de violência recebeu duras críticas do presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmoud Abbas. "O Hamas tem responsabilidade nos recentes ataques, de atrasar a reconstrução de Gaza e de destruir a unidade nacional", disse o presidente na cerimônia que lembra os 10 anos da morte de Yasser Arafat.

 

Ele continuou criticando a postura dos extremistas do Hamas, que fazem parte do governo palestino, questionado o porque deles terem "colocado aquelas bombas?". De acordo com Abbas, isso mostra que "eles não querem a unidade".

 

Abbas também criticou o grupo pela morte dos três jovens israelenses em junho deste ano, que causou uma guerra entre palestinos e o Exército de Israel. "Aquilo foi inteligente? Aquilo minou a unidade nacional palestina" e ainda teve como consequência "a destruição de Gaza", bradou o presidente.

 

Já a alta representante da União Europeia para Política Externa e Segurança, Federica Mogherini, disse estar "muito triste e preocupada pela escalada de violência no Oriente Médio".

 

Há duas semanas, incidentes isolados de ambos os lados estão elevando a tensão entre os palestinos e os israelenses. O medo da comunidade internacional é que um novo conflito em Gaza ocorra. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA