Israelenses morrem em suposto ataque na Cisjordânia

Carro com casal e quatro crianças foi baleado em Beit Furik

19:01, 01 OutTEL AVIV ZLR

(ANSA) - Pelo menos dois israelenses morreram no que o Exército do país chamou de "ataque terrorista" a um automóvel nos arredores da cidade palestina de Beit Furik, na Cisjordânia.

 

A bordo estavam quatro crianças e um casal, as duas vítimas do incidente. Já os pequenos passam bem. O carro teria sido baleado por pessoas que estavam em outro veículo.

 

A zona do suposto ataque fica entre dois assentamentos judeus na Cisjordânia, e as Forças Armadas de Israel estão vasculhando a área para encontrar os atiradores. Segundo a imprensa local, um porta-voz do grupo fundamentalista Hamas, que comanda a Faixa de Gaza, "louvou" a ação cometida pela "resistência palestina".

 

O episódio acontece no mesmo dia em que o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, fez um discurso na Assembleia-Geral das Nações Unidas (ONU) dizendo estar comprometido com a solução dos dois Estados e acusando os palestinos de se recusarem a dar fim ao conflito. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA

archivado en