Palestinos são mortos após ataques a israelenses em Israel e Cisjordânia

Embaixador acusa palestinos de publicarem manual para punhaladas

Palestinos são mortos após ataques a israelenses
Palestinos são mortos após ataques a israelenses (foto: EPA)
15:57, 17 OutTEL AVIV ZBF

(ANSA) - Israel e Cisjordânia foram novamente palcos de atos de violência neste sábado (17), em mais um episódio de escalada de tensão entre israelenses e palestinos que já tem sido considerada a Terceira Intifada.

Em Hebron, um israelense atirou contra um homem que o agrediu com uma faca. O atacante foi identificado como Mohammad Qawasmeh, de 18 anos. Uma mulher também tentou agredir um policial e foi morta, enquanto outro israelense foi apunhalado por um palestino.

No leste de Jerusalém, um palestino de 17 anos tentou apunhalar um policial de fronteira, que o matou. Grupos fundamentalistas palestinos teriam divulgado vídeos nas redes sociais com instruções de como "apunhalar um judeu", de acordo com uma denúncia apresentada pelo embaixador israelense nas Nações Unidas, Danny Danon, durante uma reunião do Conselho de Segurança.

Uma das páginas nas quais o conteúdo foi divulgado leva o título de "Terceira Intifada, a Intifada das Facadas". Já no Facebook, a revolta tem sido chamada de "Intifada da Coalizão da Juventude".

 Por sua vez, o governo palestino liderado por Mahmoud Abbas criticou a postura do embaixador. "A primeira coisa que Danon deve fazer é sentir vergonha pelos crimes do seu governo", disse o Ministério da Comunicação. A tensão entre israelenses e palestinos recomeçou no início de outubro.

Nas últimas duas semanas, dezenas de pessoas morreram em ataques em Israel e na Cisjordânia. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA