Começa julgamento de ex-presidente da Costa do Marfim no TPI

É a primeira vez que um ex-mandatário é julgado em Haia

Laurent Gbagbo, ex-presidente da Costa do Marfim, começa a ser julgado por TPI em Haia
Laurent Gbagbo, ex-presidente da Costa do Marfim, começa a ser julgado por TPI em Haia (foto: ANSA)
15:44, 29 JanHAIA ZGT

(ANSA) - O ex-presidente da Costa do Marfim Laurent Gbagbo se declarou "inocente" perante os juízes do Tribunal Penal Internacional (TPI) em Haia, na Holanda.

 

O ex-líder político é acusado por quatro crimes contra à humanidade, incluindo estupros, assassinatos e perseguições políticas cometidas durante uma guerra civil iniciada em 2011 e que terminou com mais de três mil mortes. Além de Gbagbo, o ex-chefe das milícias pró-governo Charles Blé Goude também está respondendo por seus crimes no Tribunal.

 

O ex-presidente marfinense é o primeiro a ter ocupado o mais alto posto da política de um país a ser julgado pelo TPI. O processo foi aberto após Gbagbo não ter saído do poder ao ser derrotado nas urnas por Alassane Ouattara, em 2010, e ter iniciado uma guerra civil entre defensores e opositores de seu governo. O conflito terminou após a França, a colonizadora do país, ter interferido na guerra interna. Atualmente, Ouattara é o presidente.

 

A esposa do marfinense já foi condenada a 20 anos de prisão por sua participação e pela incitação dos confrontos na Costa do Marfim. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA