Número de mortos por coronavírus na China supera Sars

Epidemia de 2019-nCoV já fez 361 vítimas no país asiático

Protesto em Hong Kong pede fechamento de fronteiras com a China
Protesto em Hong Kong pede fechamento de fronteiras com a China (foto: EPA)
11:44, 03 FevPEQUIM ZLR

(ANSA) - O número de mortos na epidemia do novo coronavírus (2019-nCoV) na China continental chegou a 361 e superou a quantidade de vítimas causadas pela Síndrome Respiratória Aguda Grave (Sars) no país: 349, segundo dados oficiais da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Até o momento, o 2019-nCoV já infectou 17,2 mil pessoas em solo chinês, mais que o triplo dos 5.327 indivíduos contaminados pela Sars entre 2002 e 2003. Ao todo, a epidemia do início do milênio matou quase 800 pessoas, incluindo 299 em Hong Kong.

O coronavírus, por sua vez, já fez 362 vítimas, sendo 361 na China continental e uma nas Filipinas. O balanço inclui 350 mortos na província de Hubei, epicentro da epidemia. O Ministério das Relações Exteriores disse que o país precisa "urgentemente" de máscaras de proteção e equipamentos médicos para combater a disseminação do 2019-nCoV.

Apesar disso, a pasta acusou alguns países, especialmente os Estados Unidos, de espalharem "pânico" sobre a epidemia - os EUA proibiram a entrada de estrangeiros que estiveram na China nas últimas duas semanas.

Já a Associação Internacional das Linhas de Cruzeiro (Clia) anunciou um veto temporário a passageiros que tenham passado pelo país asiático recentemente. (ANSA)

 

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA