Ataque na Líbia atinge área onde vive embaixador italiano

Ação deixou pelo menos três mortos, mas não vitimou diplomatas

Khalifa Haftar lidera conjunto de milícias que tenta conquistar Trípoli
Khalifa Haftar lidera conjunto de milícias que tenta conquistar Trípoli (foto: ANSA)
11:57, 08 MaiROMA ZLR

(ANSA) - Um ataque das forças do marechal Khalifa Haftar atingiu na noite desta quinta-feira (7) o bairro de Trípoli onde fica a residência do embaixador da Itália na Líbia, Giuseppe Buccino Grimaldi.

A ação deixou pelo menos três pessoas mortas, segundo o Ministério da Saúde do país africano, incluindo dois agentes de segurança do Ministério do Interior.

"Esses ataques indiscriminados são totalmente inaceitáveis e denotam desprezo pelas normas do direito internacional e pela vida humana", disse o Ministério das Relações Exteriores da Itália.

Haftar promove há quase um ano uma ofensiva para tomar Trípoli, sede do governo de união nacional reconhecido pela ONU, e chegou a se autoproclamar o novo líder da Líbia, mas ainda não conseguiu conquistar a capital.

O marechal controla a maior parte do país, sobretudo o leste e o desértico sul, e lidera um conjunto de milícias chamado Exército Nacional Líbio e que é contrário ao Islã político. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA