Obama diz que governo Trump é 'mesquinho' e 'incompetente'

Ex-presidente participou de um evento virtual com Joe Biden

Obama também criticou Trump por ter subestimado o novo coronavírus
Obama também criticou Trump por ter subestimado o novo coronavírus (foto: )
13:19, 24 JunWASHINGTON ZRS

(ANSA) - O ex-presidente dos Estados Unidos Barack Obama criticou nesta terça-feira (23) o atual mandatário do país, Donald Trump, durante um evento online com Joe Biden, candidato democrata à Casa Branca nas eleições de 2020.

Na oportunidade, Obama afirmou que a maneira de Trump governar é "incompetente, desorganizada e mesquinha". Além disso, o ex-presidente ascrescentou que o republicano representa "um perigo existencial para os valores da América".

"O que vimos nos últimos dois anos é uma Casa Branca possibilitada pelos republicanos no Congresso e uma estrutura de mídia que os apoia, que não apenas diferiu em termos de política, mas também se baseou em quem somos e quem nós deveríamos ser", disse o ex-chefe de Estado.

Obama também criticou Trump por ter subestimado a pandemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2).

"Isso sugere que fatos não importam, ciência não importa, e que uma doença mortal é uma notícia falsa", comentou o ex-presidente norte-americano, acrescentando que se sentiu mal pelo "pobre" Anthony Fauci, diretor do Instituto Nacional de Doenças Infecciosas dos EUA.

No levantamento de fundos virtual para a campanha de Joe Biden, o candidato democrata anunciou que o esforço conjunto entre ele e Obama arrecadou US$ 7,6 milhões de 175 mil doadores.

Segundo a mais recente pesquisa do Siena College, encomendada pelo jornal "New York Times", Biden decolou nas pesquisas. O candidato democrata está 14 pontos à frente do presidente Trump, com 50% das preferências. O ex-vice de Obama voa principalmente no eleitorado feminino e nas comunidades afro-americanas e hispânicas. O republicano, por sua vez, parou nos 36%.(ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA