Governador do Mississippi firma lei para mudança da bandeira

Retirada do símbolo confederado vem após atos antirracistas

Mississippi autorizou a remoção do símbolo confederado da bandeira
Mississippi autorizou a remoção do símbolo confederado da bandeira (foto: EPA)
10:50, 01 JulWASHINGTON ZGT

(ANSA) - O governador do Mississippi, o republicano Tate Reeves, firmou nesta terça-feira (30) a legislação que muda a bandeira do estado. A medida havia sido aprovada pelo Congresso estadual no domingo (28) após um projeto de lei ser apresentado na esteira dos protestos antirracistas por todo os Estados Unidos.

Em pronunciamento após a assinatura, Reeves pediu que o povo "se una" e disse que esse é o momento de "deixar divisões para trás e nos unirmos por um bem maior".

O estado era o único do país a manter o símbolo dos confederados, que é usado amplamente por grupos de supremacia branca e de racistas. Agora, a nova flâmula será criada e, apesar de não ter o desenho ainda aprovado, deverá conter a expressão "In God We Trust" ("Em Deus Nós Confiamos".

Durante a Guerra Civil dos Estados Unidos (1861-1865), os estados confederados não aceitavam a abolição da escravatura, em um confronto que opôs norte e sul do país. No entanto, mesmo com a derrota na Guerra de Secessão, o Mississippi manteve por 126 anos o símbolo da bandeira confederada - uma cruz azul com 13 estrelas brancas.

Em 2001, durante uma consulta popular, a maioria dos moradores optou por manter o símbolo. Agora, com a mudança, nenhum estado do país mantém a imagem confederada. Em 2003, a Georgia havia sido o penúltimo a retirar o emblema de sua bandeira.

A mudança vem em um momento em que o movimento negro ganhou amplo destaque após a morte do ex-segurança George Floyd por um policial branco, chamado Derek Chauvin. A brutalidade do assassinato, onde Floyd ficou por mais de oito minutos sendo sufocado pelo joelho do agente, causou uma revolta no país, com protestos que se seguiram por semanas. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA