Trump enviará agentes federais para Chicago e Albuquerque

Prefeitos acusam presidente de usar tropas com viés eleitoral

Trump vem causando a ira de prefeitos democratas, que o acusam de 'abuso de poder' (foto: EPA)
13:38, 23 JulNOVA YORK ZGT

(ANSA) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou na noite desta quarta-feira (22) que enviará agentes federais para as cidades de Chicago e Albuquerque para "conter crimes violentos".

"Nas últimas semanas vimos um aumento dos crimes e de tiroteios. Esse banho de sangue deve acabar", disse o mandatário ao fazer o anúncio.

A cidade de Chicago, já conhecida por sua violência entre facções criminosas há décadas, registrou nesta quarta um tiroteio durante o enterro de um líderes de gangues, em uma ação que deixou 15 feridos.

Já Albuquerque não tem registrado nenhum aumento de violência, apenas protestos pacíficos em atos antirracismo.

A ação nas duas cidades segue o que Trump ordenou para Portland através da Operação LeGend, que lembra a morte de um menino de 4 anos chamado LeGend Taliferro, ocorrida no dia 20 de junho em Kansas City, por uma bala perdida.

Porém, os prefeitos acusam o presidente de usar as ações com viés político, pois as cidades que estão recebendo os agentes não solicitaram apoio federal e, em todas, os líderes são democratas.

Trump vem perdendo em todas as pesquisas eleitorais para o democrata Joe Biden e começou a aplicar o que ele chama de "Law and Order" ("Lei e Ordem") desde que os protestos contra a violência policial contra negros ganhou força, após o assassinato de George Floyd pelo agente branco Derek Chauvin em 25 de maio.

A prefeita de Chicago, Lori Lightfoot, afirmou que abriria um processo judicial caso os agentes federais fossem realmente enviados pela cidade. A política ressaltou que está aberta a uma "cooperação" com Washington, mas que não aceita que o governo envie oficiais sem solicitação.

Mesmo discurso de Tim Keller, prefeito de Albuquerque, que chegou a chamar esses agente de "polícia secreta de Trump".

Nesta quarta, 15 líderes municipais - incluindo Lightfoot - enviaram um carta a Trump pedindo para que ele retire as tropas de Portland e desista de enviar agentes para outras cidades lideradas por democratas. Entre os assinantes da missiva, estão os prefeitos de Atlanta, Los Angeles e da capital Washington.

"Isso é um abuso de poder. Essas são táticas que esperamos ver em regimes autoritários, não em nossa democracia. O destacamento unilateral de forças paramilitares nas nossas cidades está em contradição com o nosso sistema democrático e com os nossos valores", afirmam os políticos.

Desde maio, Trump vem causando polêmica por querer usar forças policiais federais contra a população. Sua sugestão de usar o Exército contra os manifestantes causou uma crise até mesmo entre os republicanos, que não aceitam envolver as Forças Armadas em questões internas. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA