Arcebispo católico de Minsk é impedido de voltar a Belarus

Líder da Igreja no país foi bloqueado na fronteira com a Polônia

O presidente de Belarus, Aleksandr Lukashenko
O presidente de Belarus, Aleksandr Lukashenko (foto: EPA)
13:44, 01 SetMOSCOU ZLR

(ANSA) - O arcebispo metropolitano de Minsk e presidente da Conferência Episcopal de Belarus, Tadeusz Kondrusiewicz, foi impedido de entrar no país nesta segunda-feira (31), embora seja cidadão bielorrusso.

Segundo a Igreja Católica de Belarus, guardas de fronteira bloquearam Kondrusiewicz na divisa com a Polônia, de onde o arcebispo retornava após uma viagem oficial.

"Os guardas de fronteira de Belarus negaram ao chefe da diocese católica bielorrussa a entrada no país sem explicar as razões", diz um comunicado oficial. As autoridades de Minsk não se pronunciaram.

Belarus tem sido palco de tensão desde a eleição de 9 de agosto, quando o presidente Aleksandr Lukashenko, no poder desde 1994, garantiu mais um mandato, em um pleito contestado pela oposição.

Manifestantes iniciaram uma onda de protestos contra o líder autocrata, que diz ser alvo de uma tentativa de golpe. Nos últimos dias, o governo bielorrusso revogou as credenciais de diversos repórteres estrangeiros.

Há cerca de duas semanas, o papa Francisco fez um apelo por diálogo para solucionar a crise em Belarus, "pela rejeição da violência e pelo respeito à Justiça e ao direito". (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA