Alemanha classifica Campânia e Ligúria como áreas de risco

País desaconselhou viagens para as duas regiões da Itália

País desaconselhou viagens para as duas regiões da Itália
País desaconselhou viagens para as duas regiões da Itália (foto: ANSA)
16:01, 15 OutBERLIM ZCC

(ANSA) - O Instituto Robert Koch da Alemanha (RKI) incluiu nesta quinta-feira (15) as regiões italianas da Ligúria e da Campânia entre as áreas de risco de contaminação pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2).

Além dos dois territórios da Itália, considerados muito populares entre os turistas alemães, quase todas as cidades da França, Holanda e Malta estão na lista de lugares de alto risco divulgada no site da entidade.

Isso significa que o Ministério das Relações Exteriores da Alemanha desaconselha a realização de viagens desnecessárias para essas regiões a partir do próximo sábado (17).

"Nas regiões da Campânia e Ligúria, a incidência de Covid é superior a 50 infecções por 100 mil habitantes em uma semana e, portanto, estão incluídas na área de risco", diz o texto da pasta.

De acordo com o governo alemão, a medida prevê que todos os viajantes sejam obrigados a respeitar o período de quarentena de 14 dias ou realizar um teste para detectar a Covid-19 após retornar para a Alemanha.

Os dados tomados como referência para analisar a quantidade de infecções foram disponibilizados pelo Centro Europeu de Prevenção e Controle de Doenças.

Ligúria -

Nesta tarde, a região da Ligúria assinou um acordo com médicos de diversas clínicas para a realização de testes moleculares rápidos para diagnosticar o novo coronavírus.

O anúncio foi feito pelo governador da região, Giovanni Totti, pelo comissário da Autoridade Regional de Saúde (Alisa), Walter Locatelli, e pelo presidente da Ordem dos Médicos de Gênova, Alessandro Bonsignore.

Os exames serão realizados em espaços preparados pelas Autoridades Locais de Saúde, totalmente gratuitos para os pacientes. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA