UE compra mais 80 milhões de doses de vacina da Moderna

Bloco já garantiu 1,385 bilhão de unidades de imunizantes

Sede do laboratório Moderna, em Norwood (EUA)
Sede do laboratório Moderna, em Norwood (EUA) (foto: EPA)
14:32, 18 DezBRUXELAS ZLR

(ANSA) - A Comissão Europeia exerceu nesta sexta-feira (18) sua opção de compra de mais 80 milhões de doses da vacina anti-Covid desenvolvida pelo laboratório americano Moderna.

Com isso, o total de unidades do imunizante já asseguradas pelo poder Executivo da União Europeia chegou a 160 milhões. "Agradecemos pela confiança depositada na Moderna e na mRNA-1273, nossa candidata a vacina contra a Covid-19", disse o CEO da Moderna, Stéphane Bancel.

O imunizante deve ser aprovado para uso emergencial nos Estados Unidos ainda nesta sexta-feira e está sob análise da Agência Europeia de Medicamentos (EMA), que prometeu uma decisão para 6 de janeiro.

A vacina usa a inovadora tecnologia de RNA mensageiro (mRNA), sequência genética sintética que codifica a proteína spike, espécie de "casca de espinhos" utilizada pelo coronavírus Sars-CoV-2 para atacar as células humanas.

Ao entrar no organismo, esse mRNA instrui as células a produzirem a proteína, que será reconhecida como agente invasor pelo sistema imunológico e combatida com anticorpos que, mais tarde, servirão para enfrentar uma eventual infecção pelo novo coronavírus.

O imunizante precisa ser mantido em 20°C negativos em longo prazo, mas permanece estável por até 30 dias em temperaturas entre 2 e 8ºC, segundo a Moderna.

Até o momento, a União Europeia já garantiu a compra de 1,385 bilhão de doses de seis vacinas anti-Covid, podendo chegar até 1,965 bilhão. A imunização nos países do bloco começará em 27 de dezembro, com o medicamento da Biontech/Pfizer, já em uso nos EUA, no Reino Unido e no Canadá. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA