Nova variante de coronavírus circula mais rápido no Reino Unido

A informação foi revelada por autoridades britânicas à OMS

A informação foi revelada por autoridades britânicas à OMS
A informação foi revelada por autoridades britânicas à OMS (foto: AFP)
15:28, 19 DezLONDRES ZCC

(ANSA) - As autoridades britânicas informaram neste sábado (19) à Organização Mundial da Saúde (OMS) que a nova mutação do coronavírus Sars-CoV-2 encontrada no sudeste da Inglaterra pode se espalhar mais rápido.

De acordo com análise preliminar do consultor médico chefe da Inglaterra, Chris Whitty, no entanto, não há evidências de que a variante seja mais mortal do que a atual.

"Como resultado da rápida disseminação da nova variante, dados de modelagem preliminares e taxas de incidência em rápido aumento no sudeste, o país agora considera que a nova cepa pode se espalhar mais rapidamente", alertou.

O especialista ainda informou que continuará analisando "os dados disponíveis para melhorar o entendimento" da nova cepa. A OMS, por sua vez, afirmou que a nova variante está sendo monitorada para saber se é "mais complicada".

"Essa variação já está sendo monitorada. Pesquisadores já estão fazendo o sequenciamento genético e não há nenhuma evidência de que esta variante se comporte diferente", explicou Maria van Kerkhove, líder técnica da OMS.

Segundo Mike Ryan, diretor de emergências da Organização Mundial da Saúde, esses tipos de mutações são comuns.

A descoberta deve levar o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, a adotar novas medidas urgentes para tentar evitar a propagação do vírus.

A imprensa local revelou que a capital britânica está prestes a ser incluída em um novo nível de alerta anti-Covid, que prevê que as pessoas "fiquem em casa" durante as férias de fim de ano. O anúncio deve ser feito pelo premiê na tarde deste sábado. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA