Governo de Portugal suspende voos de e para o Brasil

Medida ficará em vigor entre 29 de janeiro e 14 de fevereiro

Ruas de Portugal desertas por conta da Covid-19 (foto: EPA)
14:24, 27 JanSÃO PAULO ZCC

(ANSA) - O governo de Portugal anunciou nesta quarta-feira (27) a suspensão dos voos de e para o Brasil em decorrência da evolução da situação epidemiológica do novo coronavírus (Sars-CoV-2) em todo mundo, além do aumento de casos da Covid-19 no território português e a detecção de variantes.

A medida será válida a partir da meia-noite do dia 29 de janeiro e ficará em vigor até 14 de fevereiro.

Em comunicado, o Ministério do Interior de Portugal informou que estão permitidos apenas voos de repatriação e humanitários. Nesses casos, no entanto, os viajantes precisarão exibir um resultado negativo de teste de Covid-19 que tenha sido realizado nas 72 horas antes do embarque. Caso contrário, o embarque e entrada no país europeu poderá ser negado.

Além disso, as pessoas que conseguirem viajar para Portugal terão que fazer quarentena de 14 dias após o desembarque.

"Nestes voos de caráter humanitário podem também embarcar cidadãos nacionais da União Europeia, nacionais de Estados associados ao Espaço Schengen e membros das respectivas famílias, bem como nacionais de países terceiros com residência legal em um Estado-membro da União Europeia, exclusivamente para efeitos de repatriamento", diz a nota oficial.

Segundo levantamento da Universidade Johns Hopkins, Portugal acumula 668.951 casos de Covid-19 desde o início da pandemia. Desse total, aproximadamente 173 mil estão ativos, sendo que mais de 6,6 mil pessoas estão internadas.

A expectativa é de que o Parlamento português vote a prorrogação de 15 dias do estado de emergência por conta do coronavírus e prolongue também as medidas restritivas contra a propagação. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA