Mayorkas se torna 1º latino a chefiar a Segurança Interna dos EUA

Governo Biden também tem primeiro secretário assumidamente gay

Mayorkas jurou como novo secretário do governo Biden
Mayorkas jurou como novo secretário do governo Biden (foto: EPA)
11:23, 03 FevWASHINGTON ZGT

(ANSA) - O Senado dos Estados Unidos confirmou nesta terça-feira (2) o nome de Alejandro Mayorcas como secretário do Departamento de Segurança Interna (DHS), tornando o escolhido de Joe Biden como o primeiro latino e primeiro filho de estrangeiros a comandar a pasta.

Mayorkas, 61 anos, nasceu em Havana, Cuba, e seus pais conseguiram refúgio nos Estados Unidos. Agora, ele terá a missão de cuidar do departamento que, entre outras funções, tem a missão de supervisionar as questões envolvendo a migração.

Também foi confirmado nesta terça-feira o nome de Pete Buttigieg como secretário de Transportes. Além de ser o mais jovem titular da pasta, aos 39 anos, o ex-prefeito de South Bend, Indiana, também é o primeiro líder de alto escalão a se declarar homossexual.

A missão principal de Buttigieg é colocar em prática o ambicioso plano de infraestrutura do programa do democrata.

Desde a campanha, Biden se comprometeu a ter uma equipe com representantes de minorias e bastante diversificada, fato que se concretizou durante todas as suas nomeações de governo. Até o momento, todos os nomes indicados foram aprovados. (ANSA).
   

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA

archivado en