Quase 50 países europeus já detectaram cepa britânica, diz OMS

Para diretor, variante se tornará 'predominante' no continente

Variante britânica já está presente em 48 dos 53 países europeu
Variante britânica já está presente em 48 dos 53 países europeu (foto: EPA)
12:56, 18 MarROMA ZGT

(ANSA) - O diretor da Organização Mundial da Saúde para a Europa, Hans Kluge, afirmou nesta quinta-feira (18) que a variante britânica do coronavírus Sars-CoV-2 já foi detectada em 48 dos 53 países ou territórios europeus.

Segundo Kluge, a cepa B.1.1.7 "está gradualmente se tornando predominante em nossa região". "E agora, nesse contexto da rápida disseminação da variante, muitos países - incluindo, mas não limitado a Dinamarca, Irlanda, Portugal, Espanha e o Reino Unido - rapidamente reduziram a transmissão com a saúde pública e medidas sociais em níveis que agora podem, e devem, ser reduzidos", acrescentou.

Sem atrelar à nova mutação, Kluge alertou que o número de pessoas que morrem de Covid-19 atualmente nos países europeus "está mais alto do que no mesmo período do ano passado" e que, segundo cálculos da OMS, a cada semana, morrem 20 mil pessoas no continente por causa da doença. São mais de 900 mil vítimas desde o início da crise sanitária.

O representante do órgão ainda voltou a fazer um apelo para que a vacina anti-Covid da Universidade de Oxford e do laboratório AstraZeneca continue a ser aplicada. Muitos países da União Europeia suspenderam a aplicação do imunizante por conta de alguns casos de trombose.

"Em campanhas de vacinação, é rotina analisar potencial eventos adversos. Isso não necessariamente significa que os eventos estão ligados à vacinação. Até agora, nós não sabemos se algumas ou todas as condições foram causadas pela vacina ou por outros fatores de coincidência. Até esse ponto, de qualquer maneira, os benefícios da vacina AstraZeneca superam de longe os riscos", finalizou. (ANSA).
   

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA