UE e Reino Unido prometem acordo para fornecer vacina anti-Covid

Comunicado foi divulgado em conjunto entre UE e Boris Johnson
Comunicado foi divulgado em conjunto entre UE e Boris Johnson (foto: EPA)
18:26, 24 MarLONDRES ZCC

(ANSA) - A União Europeia (UE) e o Reino Unido chegaram a um acordo nesta quarta-feira (24) nas negociações realizadas em Bruxelas sobre o compromisso de criar as condições necessárias para expandir o fornecimento de vacinas anti-Covid para todos os cidadãos.

A declaração foi dada pela Comissão Europeia e pelo primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, em comunicado conjunto, que diz que a cooperação para combater a pandemia é muito importante.

Bruxelas e Londres estão empenhados em chegar a um acordo em que ambas as partes ganhem. "Estamos discutindo o que mais podemos fazer para assegurar o benefício recíproco da relação entre a UE e o Reino Unido em relação à Covid-19", diz.

Hoje, a Comissão Europeia endureceu as regras para a exportação das vacinas anti-Covid produzidas em seus 27 Estados-membros e incluiu a "reciprocidade" e "proporcionalidade" entre os critérios para a avaliação do envio das doses.

A medida acertou em cheio o Reino Unido e a farmacêutica AstraZeneca, que produz a vacina contra o coronavírus desenvolvida com a Universidade de Oxford.

Desta forma, ambas partes decidiram realizar negociações para encerrar a "guerra" das vacinas. "A abertura e a cooperação global entre todos os países serão a chave para superar definitivamente a pandemia e melhor se preparar para enfrentar os desafios futuros", finaliza o texto. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA