AstraZeneca apresenta novos dados de eficácia de vacina nos EUA

AZ havia sido cobrada por possível inclusão de dados obsoletos

Vacina da AstraZeneca ainda não tem aprovação para uso nos EUA
Vacina da AstraZeneca ainda não tem aprovação para uso nos EUA (foto: EPA)
10:49, 25 MarNOVA YORK ZLR

(ANSA) - A multinacional anglo-sueca AstraZeneca apresentou ao governo dos Estados Unidos uma atualização dos dados sobre a eficácia de sua vacina contra a Covid-19.

A farmacêutica havia sido cobrada pelo Instituto Nacional de Alergias e Doenças Infecciosas (Niaid) por uma possível inclusão de dados obsoletos nos resultados dos ensaios clínicos do imunizante.

Por meio de uma nota, a AstraZeneca disse ter enviado novas informações ao Comitê de Monitoramento de Dados e Segurança (DSMB, na sigla em inglês), atestando uma eficácia de 76% contra a Covid-19, índice que sobe para 100% contra casos graves.

"Os dados confirmam que a vacina é eficaz nos adultos, incluindo em pessoas acima de 65 anos", diz a multinacional, reiterando que apresentará um pedido de registro para uso emergencial nos EUA. O relatório anterior divulgado pela AstraZeneca indicava uma eficácia de 79% contra casos sintomáticos.

As informações se baseiam em ensaios clínicos com quase 32,5 mil voluntários nos EUA, no Chile e no Peru. A vacina foi desenvolvida pela Universidade de Oxford e é fabricada e distribuída globalmente pela AstraZeneca.

Com baixo custo e temperaturas normais de refrigeração, o imunizante é uma das principais apostas para conter a pandemia, especialmente por causa da facilidade de distribuição em larga escala. No Brasil, a fórmula é produzida pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA