Verdes escolhem Annalena Baerbock para disputar sucessão de Merkel

Sigla deve ser segunda força política em eleições de setembro

Baerbock foi indicada para suceder Merkel caso Verdes formem governo
Baerbock foi indicada para suceder Merkel caso Verdes formem governo (foto: EPA)
09:59, 19 AbrBERLIM ZGT

(ANSA) - Os Verdes da Alemanha escolheram Annalena Baerbock como sua candidata a chanceler para as eleições de 26 de setembro, que abrirão a era pós-Angela Merkel, anunciou a sigla nesta segunda-feira (19).

Baerbock é copresidente do partido ao lado de Robert Habeck e ambos estavam na disputa para a indicação. Ao ser anunciada, a política destacou que "inicia-se hoje um novo capítulo" para a sigla e, talvez, "para todo o país".

A alemã tem 40 anos e é advogada e ex-atleta, sendo a mais jovem indicada a ocupar o posto da Chancelaria do país. Ela não tem nenhuma experiência política, mas ganhou notoriedade nos últimos meses por criticar a gestão da pandemia de Covid-19 do governo Merkel.

Já Habeck admitiu que "ambos queriam" assumir o possível cargo, mas "que apenas um poderia" se candidatar.

A indicação do nome de um possível chanceler é algo feito por partidos que tenham chance real de ocupar o cargo e, no caso dos Verdes, tudo indica que a sigla será a segunda força política no pleito de setembro.

Já o União Democrata-Cristã (CDU) de Merkel deve se manter na primeira colocação, mas com uma diferença muito menor do que já teve no passado, o que obrigaria a um governo de coalizão diferente. No entanto, uma briga interna por poder ainda faz com que o partido não saiba quem será o indicado a ser o sucessor da chanceler, que está no cargo há 16 anos. (ANSA).
   

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA