Pfizer pede registro definitivo de vacina nos EUA

Empresa já distribuiu mais de 170 milhões de doses no país

Frascos da 'Comirnaty', vacina anti-Covid da Pfizer e da Biontech
Frascos da 'Comirnaty', vacina anti-Covid da Pfizer e da Biontech (foto: ANSA)
10:44, 07 MaiWASHINGTON ZLR

(ANSA) - A multinacional americana Pfizer pediu à FDA, agência sanitária dos Estados Unidos, o registro definitivo de sua vacina anti-Covid, desenvolvida com o laboratório alemão Biontech, para uso em pessoas com mais de 16 anos.

Se a solicitação for aceita, a Pfizer poderá vender o imunizante diretamente ao setor privado. Atualmente, o laboratório possui uma licença de uso emergencial e já distribuiu mais de 170 milhões de doses da vacina nos EUA.

A Pfizer e a Biontech vão entregar à FDA os dados mais recentes dos estudos clínicos e sobre a eficácia e segurança desde o início da campanha de imunização nos Estados Unidos, em dezembro passado.

Com nome comercial de "Comirnaty", a vacina já tem registro definitivo no Brasil desde fevereiro passado, mas começou a ser utilizada no país apenas recentemente.

Estudos clínicos apontam eficácia de mais de 95% no imunizante, que é feito com a tecnologia do RNA mensageiro (mRNA), uma sequência genética sintética que codifica a proteína "spike", espécie de coroa de espinhos do coronavírus Sars-CoV-2. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA