Após incêndio, porta-contêineres começa a afundar no Sri Lanka

Desastre ambiental é visto como o pior da história do país

Desastre no Sri Lanka é considerado o maior da história do país (foto: EPA)
10:28, 02 JunCOLOMBO ZGT

(ANSA) - O navio porta-contêineres MV X-Press Pearl, que passou 13 dias pegando fogo próximo à costa de Colombo, no Sri Lanka, começou a afundar nesta quarta-feira (2).

Para o governo do país, esse é o maior desastre ambiental de sua história.

Segundo o porta-voz da Marinha, Indika da Silva, "a popa do navio está submersa, com a água acima do convés". "O navio está afundando", completou, horas após começarem as tentativas de remoção do navio com bandeira da Singapura.

O incêndio na embarcação começou quando o MV X-Press Pearl se preparava para entrar no porto de Colombo. Desde então, equipes técnicas do país e da empresa holandesa Smit, proprietária do porta-contêineres, estão atuando para conter os danos.

A bordo da embarcação havia 278 toneladas de petróleo e 50 toneladas de gasolina. Além disso, os contêineres carregavam 25 toneladas de ácido nítrico e 28 contêineres de plástico e microplásticos, que terminaram no fundo do mar. Conforme ONGs e órgãos ambientais do governo, já há detritos de plásticos em cerca de 80km de costa.

De acordo com as autoridades do Sri Lanka, o incêndio também provocou uma espécie de "neve tóxica" de plástico, que já foi localizada em praias a 120 quilômetros de distância do local onde o navio encalhou. (ANSA).
   

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA

archivado en