Conselho de Segurança aprova segundo mandato de Guterres

Agora, nome do atual secretário da ONU passará por Assembleia

Guterres seguirá à frente da ONU até 2026
Guterres seguirá à frente da ONU até 2026 (foto: EPA)
15:44, 08 JunNOVA YORK ZGT

(ANSA) - O Conselho de Segurança das Nações Unidas aprovou nesta terça-feira (8), por unanimidade, a recomendação para que o português António Guterres seja reeleito para um segundo mandato à frente da ONU a partir de janeiro de 2022.

Agora, o nome do atual secretário-geral deve ser aprovado pela Assembleia Geral em uma sessão apenas de formalidade do processo e que deve ser realizada na próxima semana.

Guterres era o único candidato oficial ao posto, já que os demais 10 postulantes não tinham conseguido apoio de nenhum dos 193 países que compõem a ONU. O português lidera a instituição desde 2017 e agora permanecerá no cargo até 2026.

"É uma grande honra. Estou muito grato aos membros do Conselho pela confiança que depositaram em mim e em Portugal por terem me nomeado de novo", disse após a recomendação.

Segundo o português, "foi um imenso privilégio ser o timão de extraordinários homens e mulheres dessa organização nos últimos quatro anos e meio, quando precisamos enfrentar tantos desafios complexos".

"Perseguir, como secretário-geral, os objetivos e as metas da Carta da ONU é um dever muito nobre", finalizou. (ANSA).
   

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA