Inundações na China matam ao menos 25 e evacuam 300 mil

Mais de 560 cidades foram afetadas por onda de mau tempo

Província de Henan vem sendo duramente castigada por fortes chuvas desde o dia 16 de julho (foto: EPA)
12:45, 21 JulPEQUIM ZGT

(ANSA) - As inundações que atingem a província de Henan, na área central da China, deixaram ao menos 25 mortos e sete desaparecidos, informou o último boletim das autoridades locais divulgadas pela emissora estatal "CCTV" nesta quarta-feira (21).

Segundo dados do governo, mais de 300 mil pessoas precisaram ser evacuadas de suas casas. Ao todo, 1,2 milhão de pessoas foram atingidas pela onda de mau tempo em 89 condados e 560 cidades.

Muitas estão sem energia elétrica, água e internet e o transporte ferroviário foi bastante atingido, com cerca de 160 trens bloqueados em ferrovias.

As fortes chuvas castigam a região central desde o dia 16 de julho e já há danos milionários na agricultura do país, com cerca de 20 mil hectares de plantações completamente destruídas.

Entre as áreas mais atingidas, está a área metropolitana da capital da província, Zhengzhou. Nesta quarta-feira, uma das cenas mais repercutidas nas redes sociais chinesas foi o resgate de 150 crianças de uma creche em Zhengzhou, que ficaram isoladas após as inundações chegarem à instituição.

Ainda conforme os dados do governo, entre às 18h do último domingo (18) e o início da madrugada desta quarta-feira, já foram registrados 449 milímetros de água, um recorde histórico para a região. (ANSA).
   

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA