EUA identificam e classificam líderes de EI-K como 'terroristas globais'

Protest against killing in Srinagar
Protest against killing in Srinagar (foto: EPA)
19:38, 23 NovROMA ZCC

(ANSA) - O governo dos Estados Unidos anunciou nesta terça-feira (23) que identificou três líderes do grupo jihadista Estado Islâmico de Khorasan ou ISIS-K, um dos braços do EI, e os classificou como "terroristas globais".

Em comunicado, o Departamento de Estado americano informou que entre os três líderes está Sanaullah Ghafari, conhecido como Shahab al-Muhajir, comandante do EI em Khorasan, que foi nomeado em junho de 2020 pelo grupo terrorista para liderar as operações no Afeganistão.

Ghafari também é responsável pelas operações relacionadas ao suporte econômico dos jihadistas.

Os outros dois "terroristas globais" são Sultan Aziz Azam, que serviu como porta-voz do grupo afegão, e Maulawi Rajab, também conhecido como Maulawi Rajab Salahudin, "um líder de alto nível" do EI na província de Cabul, creditado com os planos de ataque na capital do Afeganistão.

Hoje, o Talibã descreveu como "propaganda" a decisão tomada pelas autoridades americanas de considerar os três como "terroristas globais" e garantiu que estes não representam uma ameaça no Afeganistão, apesar de estarem por trás da maioria dos ataques que ocorreram no país desde que os talibãs assumiram o poder em 15 de agosto.

"A mídia é testemunha de que não há nenhum movimento sério do EI que represente uma ameaça no país ou para outros países", disse o porta-voz adjunto dos talibãs, Bilal Karimi, recusando a avaliação feita pelos Estados Unidos. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA