Novas denúncias sobre festa em lockdown atingem Boris Johnson

Convite para festa foi enviado para mais de 100 pessoas

Nova festa no período de lockdown foi revelada pela mídia britânica
Nova festa no período de lockdown foi revelada pela mídia britânica (foto: EPA)
17:50, 11 JanLONDRES ZGT

(ANSA) - Novas revelações da mídia britânica complicam ainda mais a defesa do primeiro-ministro, Boris Johnson, sobre ter participado de uma segunda festa em pleno lockdown por conta da pandemia de Covid-19 em maio de 2020.

Segundo os veículos, o chefe da secretaria pessoal do premiê, Martin Reynolds, mandou um e-mail com o convite para o evento para mais de 100 pessoas.

O comunicado, que teria recebido a autorização de envio do próprio Johnson, ainda dizia para todos "trazerem sua própria bebida" porque seria um "drink a distância" entre os participantes, em sua maioria, funcionários do Gabinete. Tanto Johnson como sua esposa, Carrie, participaram do evento.

Após as revelações, o governo britânico emitiu uma nota em que pede "desculpas sem nenhuma reserva" pelos transtornos causados por conta da festa de 20 de maio nos jardins de Downing Street.

No entanto, a insatisfação contra Johnson continua a aumentar já que é a segunda vez que é revelado que membros do governo fizeram festas durante o período em que o Reino Unido estava em lockdown - ou seja, as pessoas só poderiam sair de casa para motivos justificados.

Um outro evento, no Natal de 2020, já havia vindo a público e provocado uma enxurrada de críticas pelo premiê estar burlando as regras que seu próprio governo impôs para conter a disseminação da Covid-19.

A Polícia Metropolitana de Londres está investigando o caso e as denúncias de violação das regras sanitárias. (ANSA).
   

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA