Putin é responsável por 'atrocidades' na Ucrânia, acusa Otan

Cidades recém-libertadas têm indícios de crimes de guerra

Moradora caminha em meio a destruição na cidade de Bucha, arredores de Kiev
Moradora caminha em meio a destruição na cidade de Bucha, arredores de Kiev (foto: EPA)
11:55, 05 AbrBRUXELAS ZLR

(ANSA) - O secretário-geral da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), Jens Stoltenberg, culpou nesta terça-feira (5) o presidente da Rússia, Vladimir Putin, pelas "atrocidades" reveladas em cidades ucranianas recém-libertadas dos invasores.

A declaração chega após a descoberta de indícios de crimes de guerra em áreas dos arredores de Kiev que estavam sob controle russo até a semana passada, como os municípios de Irpin e Bucha, onde as autoridades da Ucrânia denunciaram a presença de corpos de civis jogados nas ruas, cadáveres com sinais de tortura e valas comuns com dezenas de mortos.

"Essa é a guerra de Vladimir Putin, e ele é o responsável pelas atrocidades e as vítimas que vemos a cada dia na Ucrânia", disse Stoltenberg. "Atingir civis é um crime de guerra. Todos os fatos devem ser estabelecidos, e os responsáveis, punidos. Os aliados da Otan apoiam os inquéritos da ONU e da Corte Penal de Haia", acrescentou.

Segundo o secretário, as imagens dos civis assassinados em Bucha mostram uma "brutalidade que não era vista na Europa havia décadas". A Rússia, por sua vez, acusa a Ucrânia de manipular as informações sobre civis mortos em cidades recém-libertadas e promete apresentar provas de que as denúncias são peças de propaganda.

"Vimos as atrocidades cometidas em Bucha e outros lugares, e era a Rússia que controlava essas regiões, então eles são responsáveis. Temo que veremos outros casos de civis mortos porque a Rússia controla ainda muitos territórios na Ucrânia. Se e quando forem libertados, veremos talvez mais valas comuns e crimes de guerra", declarou Stoltenberg. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA