Duma acusa EUA de participar de 'guerra contra Rússia'

Duma acusa EUA de participar de 'guerra contra Rússia'
Duma acusa EUA de participar de 'guerra contra Rússia' (foto: ANSA)
16:58, 07 MaiROMA ZCC

(ANSA) - O presidente da Duma, o Parlamento baixo da Rússia, acusou neste sábado (7) os Estados Unidos de participarem das "hostilidades na Ucrânia".

"Não se trata apenas do fornecimento de armas e equipamentos, Washington coordena e desenvolve operações militares em nome do regime nazista em Kiev, participando assim diretamente nas hostilidades contra nosso país", disse Vyacheslav Volodin no Telegram.

A declaração de Volodin foi dada após a imprensa americana divulgar que informações de inteligência dos EUA foram passadas aos ucranianos para atingir alvos russos.

Desta forma, o presidente americano, Joe Biden, alertou os líderes dos serviços secretos e de defesa sobre os riscos associados a vazamentos. De acordo com a "Nbc News", o democrata ligou para os chefes do Pentágono, da CIA e da Inteligência Nacional e ressaltou que as recentes notícias da imprensa são contraproducentes e "distraem o objetivo" do governo americano.

A acusação do presidente da Duma é feita no dia em que o secretário-geral da Otan, Jens Stoltenberg, afirmou que a guerra na Ucrânia está entrando em uma "fase decisiva", mas a organização não vê uma escalada entre Moscou e a Aliança Atlântica no momento.

Em entrevista ao jornal alemão Welt, o executivo disse ainda que a Otan nunca aceitará "a anexação ilegal da Crimeia". "Sempre nos opusemos ao controle russo sobre partes do Donbass, no leste da Ucrânia", acrescentou.

Um relatório militar dos EUA apontou que as forças armadas ucranianas estão expandindo a contraofensiva na região leste de Kharkiv e podem, assim, aliviar a pressão do exército russo na área. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA