Ataque russo contra escola deixa 2 mortos e 60 desaparecidos

Escola abrigava pelo menos 90 pessoas quando foi atacada (foto: ANSA)
14:55, 08 MaiROMA ZCC

(ANSA) - Um bombardeio russo contra uma escola neste domingo (8) na vila de Bilohorivka, em Lugansk, deixou pelo menos dois mortos e 60 pessoas sob os escombros da construção.

"Todas as 60 pessoas deixadas sob os escombros dos prédios provavelmente estão mortas", disse o chefe da administração militar regional, Sergii Gaidai, no Telegram, citado pelo portal Ukrinform.

Segundo a publicação, Gaidai disse que a Rússia lançou a bomba na tarde de sábado, no horário local, e a explosão provocou um incêndio que destruiu o prédio. Das 90 pessoas que estavam abrigadas, 30 foram retiradas com vida.

O Ministério das Relações Exteriores da Ucrânia condenou "firmemente os ataques russos em uma escola em Bilohorivka", que abrigava 60 pessoas. "A Rússia cometeu este brutal crime de guerra pouco antes do Dia da Memória e Reconciliação, repetindo constantemente a tragédia da Segunda Guerra Mundial", diz o texto do governo publicado no Twitter.

Além da ofensiva contra a escola, foram registrados ataques de mísseis russos em áreas residenciais na região de Mykolaiv nas últimas 24 horas, provocando a morte de um professor. Pelo menos, outros 27 civis ficaram gravemente feridos.

A Procuradoria-Geral de Kiev informou também que um bombardeio russo na cidade de Pryvillia, distrito de Sievierodonetsk, na região de Lugansk, deixou dois meninos de 11 e 14 anos mortos e duas meninas de 8 e 12 anos feridas. Até o momento, mais de 200 crianças foram mortas, segundo estimativas oficiais. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA