Ucrânia nega reunião com Rússia na Turquia sobre trigo

Kiev disse que ainda não há acordo para as tratativas

Campo de trigo perto de Melitopol, na província ucraniana de Zaporizhzhia
Campo de trigo perto de Melitopol, na província ucraniana de Zaporizhzhia (foto: EPA)
14:10, 22 JunROMA ZLR

(ANSA) - A Ucrânia negou nesta quarta-feira (22) que tenha concordado em realizar negociações com a Rússia na Turquia sobre a criação de corredores navais para a exportação de grãos.

O desmentido chega um dia depois de a imprensa turca ter dito que delegações de Kiev e Moscou se reuniriam em Istambul na semana que vem, com mediação do presidente Recep Tayyip Erdogan e do secretário-geral da ONU, António Guterres.

"Agradecemos pelos esforços do secretário-geral da ONU para desbloquear as exportações de trigo. As consultas estão em curso, mas até o momento não há nenhum acordo concreto sobre as conversas entre Ucrânia, Rússia, Turquia e Nações Unidas", escreveu no Twitter o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores ucraniano, Oleg Nikolenko.

No entanto, apesar disso, uma delegação turca se reuniu com funcionários do Kremlin em Moscou nesta quarta-feira para discutir a criação dos corredores navais.

O plano de Ancara prevê a exportação de 35 milhões a 40 milhões de toneladas de grãos através dos estreitos do Bósforo e de Dardanelos nos próximos seis a oito meses.

A Rússia impôs um bloqueio naval aos portos ucranianos no Mar Negro, o que impediu Kiev de exportar milhões de toneladas de cereais para outros países. Esse cenário ameaça causar uma crise alimentar de proporções globais, com a disparada dos preços no mercado internacional.

Para liberar o acesso à costa ucraniana, Moscou exige a desminagem dos portos, mas Kiev teme que, ao fazer isso, os locais fiquem vulneráveis a ataques russos. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA